RSS

Arquivo da categoria: Amor

Eu sou a recompensa de alguém

Eu sou a recompensa de alguém
“E disse a Davi: Mais justo és do que eu; pois tu me recompensaste com bem, e eu te recompensei com mal.”
I Samuel 24:17
1.   Alguém precisa de mim!
a.   Moisés era o líder que os hebreus precisavam para libertá-los do Egito. Ele era a recompensa deles.
11 Naqueles dias, sendo Moisés já homemc, saiu a seus irmãos e viu os seus labores penosos; e viu que certo egípcio espancava um hebreu, um do seu povo. 12 Olhou de um e de outro lado, e, vendo que não havia ali ninguém, matou o egípcio, e o escondeu na areia. (Êxodo 2:11-12)
Moisés viu que algo precisava ser feito. Ele não tinha sido criado como um escravo, sim como um príncipe. Ele precisava recompensar de alguma forma seus irmãos escravos. Precisava mostrar sua gratidão.
10 Vem, agora, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito. 11 Então, disse Moisés a Deus: Quem sou eu para ir a Faraó e tirar do Egito os filhos de Israel? 12 Deus lhe respondeu: Eu serei contigo; e este será o sinal de que eu te enviei: depois de haveres tirado o povo do Egito, servireis a Deus neste monte. (Êxodo 3:10-12)
O que causou indignação em Moisés, era o que o motivaria para ser o libertador de seu povo.
Moisés era somente um escravo que teve a sorte de ser criado pela filha de Faraó.
b.  Davi foi uma recompensa para Saul.
21 Assim, Davi foi a Saul e esteve perante ele; este o amou muito e o fez seu escudeiro. 22 Saul mandou dizer a Jessé: Deixa estar Davi perante mim, pois me caiu em graça. f 23 E sucedia que, quando o espírito maligno, da parte de Deus, vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa e a dedilhava; então, Saul sentia alívio e se achava melhor, e o espírito maligno se retirava dele. (I Samuel 16)
Saul havia perdido a presença do SENHOR, agora um espírito demoníaco o dominava e ele tinha crises terríveis de ira. E Davi tocava sua harpa, e o espírito demoníaco saia de Saul.
Davi um simples pastor de ovelhas – sendo o menor de oito irmãos fora ungido para ser rei de Israel. Na batalha contra o gigante Golias e os filisteus. Ele era a resposta a oração daquele exército.
c.   Rute foi a recompensa para Noemi – sua sogra
15 Disse Noemi: Eis que tua cunhada voltou ao seu povo e aos seus deuses; também tu, volta após a tua cunhada. 16 Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. 17 Onde quer que morreres, morrerei eu e aí serei sepultada; faça-me o Senhoro que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.18 Vendo, pois, Noemi que de todo estava resolvida a acompanhá-la, deixou de insistir com ela. (Rute 1)
Rute era moabita, era alguém sem nenunhum valor para os Judeus. Os moabitas eram considerados pelos judeus um povo amaldiçoado, eles nunca poderiam entrar no templo, Nem em sua quarta geração.
d.   Ester livrou o seu povo, os hebreus, da destruição – ela foi a resposta a oração e jejum do povo.
15 Então, disse Ester que respondessem a Mordecai:16 Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais, nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; eu e as minhas servas também jejuaremos. Depois, irei ter com o rei, ainda que é contra a lei; se perecer, pereci. (Ester 4)
Quem era Ester? Uma escrava judia. Uma cortesã no palácio do rei Assuero.
e.   José foi uma solução para Faraó e o povo egípcio. Sem José o Egito e muitas outras nações teriam sido extintas pela fome.
José foi uma recompensa a um faraó. E como ele agiu com os seus irmãos que o entregaram vendendo-o para ser escravo? Ele recompensou o mal com o bem. Ele entendeu que fora a providencia divina que o levara e o preparara para aquela ocasião. Por isso ele recebeu seus irmãos e não os matou.
Eclesiastes 4:9
Jesus foi a recompensa de DEUS para a humanidade, o homem andava em pecado fazendo tudo que desagradava a ELE. Todavia ele enviou a JESUS, se fez carne e veio até nós para nos pagar (recompensar) com o bem.
João 3:16 Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna. 17 Pois Deus mandou o seu Filho para salvar o mundo e não para julgá-lo.18 Aquele que crê no Filho não é julgado; mas quem não crê já está julgado porque não crê no Filho único de Deus.
Como nós temos recompensado ao nosso DEUS. As pessoas que nos cercam. Você sabia que na maioria das vezes nós pagamos o bem que o SENHOR nos faz, com o mal, buscando o nosso próprio prazer.
Como temos agido? Sendo recompensa, ou sendo uma piscina de ingratidão.
Toda pessoa que DEUS criou é necessária e, é uma recompensa para alguém
————————————–
Pr. Ronildo da Cruz Ribeiro
Manaus, AM 26 de junho de 2011
IDPB – Monte Horebe
 

Parceiro de DEUS

Parceiro de DEUS
Amós 3:3Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?
João 1:11-12 “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, l  a saber, aos que creem no seu nome; m
O texto de Amós, trata da miséria que o povo estava vivendo fora da vontade e do propósito de DEUS. Eles faziam seus sacrifícios, davam seus dízimos e suas ofertas mas desobedeciam as leis e ordenanças. Porém queriam que todas as vezes que clamassem fossem ouvidos. Como eles poderiam ser ouvidos não havia acordo entre eles e seu DEUS?
Seus sacrifícios, ofertas e dízimos não eram uma prova de seu amor, mas sim de uma prática hipócrita onde tentavam mostrar um estilo de vida que não condizia com a realidade que eles viviam. Uma hora no templo, outra fazendo exatamente o contrário da vontade de DEUS. Suas ofertas e dízimos eram uma forma de justificar suas culpas e pecados substituindo o arrependimento por obras infrutíferas.
1.      Existe um acordo, um contrato entre DEUS e o homem.
a.    Neste contrato tem clausulas bem específicas, quanto o que cada um deve fazer. A parte de DEUS e da parte do homem.
b.    A parte de DEUS – como ELE é mais antigo, ele escreveu algumas leis bem específicas de proteção; e como consequência da obediência a este contrato, o resultado é bênçãos e prosperidade da pessoa bem como de seus filhos.
c.    A parte do homem – ele somente tem que compreender bem o contrato, e então fazer de acordo como está escrito. É um acordo eterno entre o homem e DEUS.
d.    A quebra deste contrato resulta em desgraça. A observação deste contrato em bênção.
2.      Como podem andar os dois juntos – o homem e DEUS?
a.     DEUS conhece o homem e o respeita.
b.    O homem precisa conhecer a DEUS e cumprir sua parte neste acordo. Dessa forma eles poderão andar juntos. Existem dois pontos básicos neste contrato: Amar a DEUS sobre as coisas e ao próximo como a si mesmo.
3.      O que DEUS está querendo fazer neste texto é uma parceria.
a.      Por que será que DEUS precisa de mim para esta parceria? Você pergunta!
b.    DEUS só pode fazer algo na terra através do homem. E talvez você e eu sejamos as pessoas que o SENHOR quer usar.
4.      Não poderemos andar juntos se não houver acordo.
a.    DEUS nunca poderá anda junto com o homem se o homem não andar de acordo com a Sua palavra.
b.    O homem tem que concordar com a palavra de DEUS.
c.    O homem tem que ter como parceiro o próprio DEUS.
5.      Em que DEUS quer ser o meu parceiro?
a.     Na sua família; no seu emprego; na sua empresa; em seus negócios; na sua escola; em suas escolhas; O Senhor quer ter a primazia em todos os grandes momentos de sua vida.
Aplicação
1.     Deus tem buscado parceiros para uma sociedade de prosperidade.
2.    Deus tem buscado homens que saibam trabalhar em parceria com Ele.
3.     Será que ele pode encontrar em você esse parceiro?
4.     Será que você é a pessoa certa para essa parceria? Eu acredito que sim! Mas você está disposto a cumprir sua parte neste acordo? Eu também acredito que sim!
5.     Então vá em frente e encare novos desafios na fé.
—————————
Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus 09 de outubro de 2012
terça-feira
————————
l l 1.12 João distingue claramente entre Jesus Cristo, o unigênito Filho de Deus (v. 18), e aqueles que chegam a ser filhos de Deus por crerem em Jesus Cristo.

m m 1.12 Crêem no seu nome: João ressalta fortemente o valor de crer em Jesus Cristo. Crer é a resposta do homem com a mente, o coração, com toda a vida, à ação salvadora de Deus por meio de Jesus Cristo. Quando uma pessoa “crê”, recebe a vida eterna (cf. Jo 3.14-16; 6.40; 11.25-26; 20.31).
 

Ore até alcançar resposta que você busca

Ore até alcançar resposta que você busca

 Marcos 11:24-26Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco. p E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas. [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.] q

A.     Ore até alcançar a convicção da resposta de sua oração.

1.      DEUS sempre ouve nossas orações, mas a resposta certa que é a que precisamos, essa vem DELE.
            a.      Creio que devemos pedir até termos convicção de que é a vontade de DEUS.
b.      Não pode ser uma oração relaxada e irresponsável, mas sim sincera e responsável.
c.       Quando você for orar desligue-se de tudo o que está ao seu redor.

2.      DEUS quer e vai responder sua oração, mas você precisa ter intensidade.

                        a.      Não pode começar hoje parar amanhã.
                        b.      Não pode desistir pelo meio do caminho,
                        c.       Não pode se abater com os problemas.

d.      Só ora e persevera na oração quem crê.

B.     Tem que perdoar para ser perdoado.

1.      Não existe outra maneira de ser perdoado, a não ser através do perdão que você libera para os outros.

2.      O perdão é divino por isso deve ser usado.

3.      Perdão é um exercício de fé.

C.     Orar é como praticar esportes.

                  a.      Tem que fazer todos os dias se quiser estar preparado para vencer.

b.      Tem que ser continuo.

Mateus 7:7-8 Pedi, e dar-se-vos-á; f  buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. 8 Porque aquele que pede recebe; e o que busca encontra; g  e, ao que bate, se abre.”
                  c.       Tem que ser intenso.

Aplicação:

1.      Ore até compreender qual é a vontade de DEUS para o seu pedido e ter certeza da resposta certa.

2.      Perdoe. A falta do perdão impedem as orações de serem ouvidas e respondidas.

Isaias 59:1-2  Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; a  nem o seu ouvido, agravado, para não poder ouvir. b Mas as vossas iniqüidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus, e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça.”

3.      Orar é uma prática – Muita oração, muito poder! Pouca oração, pouco poder! Nenhuma oração, nenhum poder!

—————————————–

Marilene Pereira Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, 04 de outubro de 2012
Para o Culto de Doutrina


p p 11.24 Jo 14.13-14; 15.7.
q q 11.26 O v. 26 não aparece em diversos manuscritos.
 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de outubro de 2012 em Amor, Crença, Milagres, Oração

 

Deixe que os mortos enterrem os seus mortos

Deixe que os mortos enterrem os seus mortos

 Lucas 9:59-60 “E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá enterrar meu pai. Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu, vai e anuncia o Reino de Deus”.

A palavra de DEUS algumas vezes parece muito dura e severa, quando é colada sob um foco humanista sem as devidas análises. Parece que DEUS quer o tempo todo torturar e fazer o povo sofrer. Parece que quer controlar e manipular as circunstâncias. Parece que é um DEUS mau. Principalmente quando ordena a execução de pessoas, crianças e animais.

E quando ordena que pessoas saiam do meio de seu povo, aí parece que realmente ele é muito mau e não se importa.

Números 5:1-3 “Disse o Senhor a Moisés: Ordena aos filhos de Israel que lancem para fora do arraial todo leproso, b  todo o que padece fluxo c  e todo imundo por ter tocado em algum morto; d tanto homem como mulher os lançareis; para fora do arraial os lançareis, para que não contaminem o arraial, no meio do qual eu habito”.

A.     Qual o contexto

1.      Higiene
a.      Eles estavam no deserto;
b.      Eles eram um multidão de aproximadamente dois milhões de pessoas
c.       Não havia médicos. Não havia saneamento básico. Não havia condição de conter uma possível ipidemia. O único recurso era isolar ou sofrer. Só que eles não abandonavam, eles tiravam do meio mas mantinham a uma certa distância.
2.      Lança fora o leproso:

a.      O que é lepra? Lepra, hanseníase, morfeia, mal de Hansen ou mal de Lázaro é uma doença infecciosa causada por uma bactéria – Leprae. Teve o nome modificado para Haseniase em homenagem ao descobridor do micro organismo – Gerhard Hansem.

b.      O que ela causa no portador sinais e sintomas dermatológicos e neurológicos. Ela deforma a pele, atrofia os nervos e causa enrijecimento nas extremidades levando a perdas. Ela atinge qualquer pessoa independente de sua classe social.

c.       Para ela se manifestar, leva entre dois e cinco anos para aparecer os primeiros sintomas.

d.      A lepra é transmitida por gotículas de saliva. Durante o ato de falar, espirrar, tossir ou beijar. Quase sempre ocorre entre contatos domiciliares, geralmente indivíduos que dormem num mesmo quarto. A contaminação se faz por via respiratória, pelas secreções nasais ou pela saliva.

3.      Lança fora o que padece de fluxo de sangue:

a.      Aqui se refere á pessoas que sofrem de algum tipo de corrimento, e está ligada a doenças sexualmente transmissíveis.

b.      Neste contexto, se tratava tanto das mulheres como dos homens que tivessem adquiridos algum tipo de doença dessa natureza.

4.      Lança fora o imundo por ter tocado em algum morto

a.      Aqui eram dois tipos de cuidados. 1º) A higiene e; 2º a veneração dos mortos.

b.      Primeiro porque não se podia saber a causa da morte, a não ser quando fosse assassinato.

c.       Segundo podia se começar um processo de veneração dos mortos. O corpo estava ali, mas a alma já havia partido então não havia nenhuma necessidade de estar beijando, pegando nas mãos ou fazendo expressões que envolvesse tocar no cadáver.

5.      Tinha que ser feito porque o SENHOR habitava no meio deles.

a.      Tinha que haver pureza, porque o SENHOR é puro. Ele estava presente no meio do povo e um sinal era que o tabernáculo estava ali representando sua presença santa.

B.     Hoje como podemos aplicar este pequeno texto em nossa vida.

1.       O que representaria o arraial hebreu nos dias de hoje? A igreja. Milhares de pessoas andando por este mundo (desértico) em direção a Canaã. E uma epidemia espiritual causada por falta de higiene pode por tudo a perder. Logo algumas pessoas não podem estar neste arraial. Quem são elas?

2.      Os Leprosos – quem são os leprosos espirituais? São pessoas que perderam a sensibilidade espiritual. Ela não sente mais dor, frio, calor e facilmente ela se machuca ou machuca alguém, mas nada sente. Ela esta entorpecida pela doença que vai pouco a pouco a deformando. Ela contamina com as palavras; com a convivência; daqui a pouco se torna uma família de leprosos. Pessoas doentes cuja estima não existe mais. E ela machuca qualquer pessoa porque não tem mais sensibilidade, porém quando ela agride alguém é ela quem mais sofre perdas, inclusive de membros.

3.      Fluxo de sangue – são pessoas que se envolvem sentimental ou sexualmente com outras. Pessoas que não conseguem se conter. Elas se contaminaram e agora estão dispostas a contaminar qualquer pessoa que entre em seu caminho. São pessoas que sabem que foram traídas e sagram, e isso, lhes causa vergonha.

4.      Tocar no morto – são pessoas que sentem piedade de pessoas que já morreram na fé. Elas estão lá só o corpo, mas, o Espírito Santo e a alegria há muito já foi. Elas estão distantes de DEUS, morreram na fé. Mas por causa da intimidade, algumas pessoas ficam próximas e tocam no morto – são parentes, amigos, companheiros de longas datas. Não se sabe do que ela morreu, mas ficam num estado de veneração dizendo: lembra quando nós fizemos isso? Lembra que fizemos aquilo? E abraça, e chora, e afaga o rosto, e faz elogios e lambe o passado.

5.      O Senhor Jesus não mora mais no tabernáculo, no meio do povo ou no meio da igreja. Ele mora em você. Você é o tabernáculo. Você é a igreja. Logo no seu corpo precisa haver pureza. Ele não pode habitar em lugar imundo, doente ou morto.

C.     Deixe os mortos sepultarem os seus mortos.

Lucas 9:59-60 “E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá enterrar meu pai. Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu, vai e anuncia o Reino de Deus”.

1.      Largue o passado. Deixe o passado ser passado. Você não precisa mais daquilo.

2.      Jesus cura o leproso Mateus 8:1-3 “Ora, descendo ele do monte, grandes multidões o seguiram. E eis que um leproso, b  tendo-se aproximado, adorou-o, dizendo: Senhor, se quiseres, podes purificar-me. E Jesus, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, fica limpo! E imediatamente ele ficou limpo da sua lepra”.

                                                               i.      Talvez você tenha perdido a sensibilidade. Tudo pra você seja normal. Talvez você diga é assim mesmo. O pecado, o erro, as mentiras, o ódio, a raiva, desequilíbrio emocional, qualquer tipo de crime ou desvio de conduta seja normal, você não consegue mais enxergar como coisa ruim – mas Jesus cura e ele pode fazer agora mesmo.

                                                             ii.      Jesus pode curar você da insensibilidade que causa danos a você. Só Jesus pode remover a sua vergonha.

3.      Jesus cura o fluxo de sangueMateus 9:20-22 “E eis que uma mulher, que durante doze anos vinha padecendo de uma hemorragia, u  veio por trás dele e lhe tocou na orla da veste; porque dizia consigo mesma: Se eu apenas lhe tocar a veste, ficarei curada. E Jesus, voltando-se e vendo-a, disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou. E, desde aquele instante, a mulher ficou sã.

                                                               i.      Talvez você tenha se envolvido emocionalmente com as pessoas erradas e isso tem causado em você um sangramento continuo. E você sofre. Deixe Jesus lhe curar.

4.      Jesus ressuscita os mortos – não toque no seu morto, deixe Jesus tocar nele. Lucas 7:11-15Em dia subseqüente, dirigia-se Jesus a uma cidade chamada Naim, g  e iam com ele os seus discípulos e numerosa multidão. Como se aproximasse da porta da cidade, eis que saía o enterro do filho único de uma viúva; e grande multidão da cidade ia com ela. Vendo-a, o Senhor se compadeceu dela e lhe disse: Não chores! Chegando-se, tocou o esquife h  e, parando os que o conduziam, disse: Jovem, eu te mando: levanta-te!  Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe”.

                                                               i.      Talvez o seu morto seja um sonho, não toque e nem fique remoendo o passado, deixe que Jesus ressuscite, ou então enterre ele.

                                                             ii.      Não fique lembrando como era bom, ou como foi ruim. Se foi bom deixe Jesus ressuscitar. Se foi ruim, sepulte e esqueça.

5.      Deixe Jesus habitar em sua vidaJoão 14:23Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada”.

                                                               i.      Quando ele habita em você a alegria é contínua; A paz é perpetua; O fardo é suave e leve.

                                                             ii.      Nele não há dúvidas. Ele é santo e santifica o lugar onde ELE mora.

 

————————————————–

Estag. Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, 30 de setembro de 2012
Culto de domingo


b b 5.2 Sobre a lepra, ver a Concordância Temáticae Lv 13.49, nota n.
c c 5.2 Que padece fluxo: Lv 15.2-3.
d d 5.2 Todo imundo por ter tocado em algum morto: Isto é, por haver tocado num cadáver: Lv 21.1-12; Nm 19.11-22.
b b 8.2 Leproso: Que tem lepra, uma repugnante enfermidade da pele. A pessoa enferma era considerada ritualmente impura e, portanto, curá-la também significava limpá-la ou deixá-la ritualmente limpa. Qualquer que tocasse um leproso era considerado impuro (cf. Lv 5.3); mesmo assim, Jesus estendeu a mão e o tocou para curá-lo.
u u 9.20 Hemorragia: Causada por uma irregularidade menstrual que, além do sofrimento, tornava a mulher ritualmente impura (cf. Lv 15.25-30).
g g 7.11 Naim: Um pequeno povoado situado próximo de Nazaré.
h h 7.14 O cadáver, envolto em lençóis, era levado sobre uma tábua ou maca. Naquele tempo, não se usavam ataúdes ou caixões.
 

A MENTE – PENSO NAS COISAS QUE SÃO VERDADES NA MINHA VIDA

A MENTE – PENSO NAS COISAS QUE SÃO VERDADES NA MINHA VIDA
11º dia de Jejum
http://namibianotombua.multiply.com/journal/item/603/603
http://namibianotombua.multiply.com/journal/item/603/603 
Filipenses 4:8-9 “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. mO que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco”.
1.       Que tal dizer de você mesma!
a.       Sou uma pessoa prospera! Sou saudável! Tenho a paz, ela habita comigo! As coisas grandes foram criadas para mim! Eu sou feliz com a prosperidade que o meu Senhor tem para mim! Na minha mente só existe bons pensamentos! A alegria é o meu estado permanente! Sou uma pessoa doce! Sou amável! Sou gentil! Sou o(a) filho(a) de um grande REI –  DEUS É O MEU PAI!
João 1:12 “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, l  a saber, aos que crêem no seu nome; m
——————
2.       Que tal dizer para os seus amigos!
a.       Eu fui perdoado e justificado. Sou uma pessoa santa e cheia do Espírito Santo. Fui curado. Fui liberto da maldição. Recebi a vida eterna em Cristo Jesus. Sou próspero assim como é próspera a minha alma. Tenho a saúde plena e em todas as coisas sou mais que vencedor.
1 Pedro 2:9 “Vós, porém, sois raça eleita, l  sacerdócio real, nação santa, m  povo de propriedade exclusiva de Deus, n  a fim de proclamardes as virtudes o  daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; p
——————–
3.       Encha seus pensamentos de saúde, vitória, êxito e riquezas, por que você já os tem!
Romanos 8:37 “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou”.
——————–
4.       Fundamente a sua fé todos os dias, pensando como DEUS pensa.
a.       Ele me ama!
João 3:16-17 “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê j  não pereça, l  mas tenha a vida eterna. m Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele”.
b.       DEUS é um PAI que teve tanto amor por mim que decidiu me dar a sua vida!
Romanos 5:8-9 “Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. i Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, j  seremos por ele salvos da ira”.
——————–
5.       Ame a JESUS e deseje o ESPÍRITO SANTO todos os dias.
João 16:12-13 “Tenho ainda muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora;quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir”.
———————————–
Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, 12 de Setembro de 2012
11º dia de Jejum


m m 4.8 Seja isso o que ocupe o vosso pensamento: Isto é, Colocai toda a vossa atenção nisso ou tomai isto bem em conta.
l l 1.12 João distingue claramente entre Jesus Cristo, o unigênito Filho de Deus (v. 18), e aqueles que chegam a ser filhos de Deus por crerem em Jesus Cristo.
m m 1.12 Crêem no seu nome: João ressalta fortemente o valor de crer em Jesus Cristo. Crer é a resposta do homem com a mente, o coração, com toda a vida, à ação salvadora de Deus por meio de Jesus Cristo. Quando uma pessoa “crê”, recebe a vida eterna (cf. Jo 3.14-16; 6.40; 11.25-26; 20.31).
l l 2.9 Raça eleita: Cf. Is 43.20.
m m 2.9 Êx 19.5-6; Ap 1.6; 5.10.
n n 2.9 Dt 4.20; 7.6; 14.2; cf. Tt 2.14.
o o 2.9 Is 43.21; At 2.11.
p p 2.9 Ef 5.8.
j j 3.16 Crê: Ver Jo 1.12, nota m.
l l 3.16 Não pereça: Ou não pereça para sempre.
m m 3.16 1Jo 4.9-10; cf. Gn 22.2,12; Hb 11.17.
i i 5.8 Jo 3.16; 1Jo 4.10; ver Rm 5.6, n.
j j 5.9 Pelo seu sangue: Maneira de se referir à morte redentora de Cristo.
l l 5.9 Da ira: Ao usar o verbo no futuro (seremos salvos), faz-se referência ao dia do juízo e castigo final.
 

Quatro realidades que vão transformar o seu dia a dia 1o Dia de Jejum

Quatro realidades que vão transformar o seu dia a dia.
1º dia de Jejum
1.       Mentalidade. Pensamentos
Mateus 12:25 25 Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse: Todo reino dividido contra si mesmo ficará deserto, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá.
Não tem como se medir o pensamento, ele é imensurável. Ele não tem cor ou cheiro e não obedece a padrões dimensionais. Não se pode explicar com palavras os pensamentos de alguém. Nem como ele nasce, nem de onde ele vem. Só sabe o que esta pensando quem pensa! Mas DEUS também sabe. Em Salmos 139:2, diz que de longes penetras o meu pensamento. E no versículo 4, diz: Ainda a palavra me não chegou à língua,  e tu, Senhor, já a conheces toda”. O pensamento é invisível. Ele é infinito e eterno. “Parece que o pensamento não é seu, mas ele somente passa por nossa mente”.
O pensamento do homem não pertence a esta dimensão, ele pertence a quarta. Logo toda transformação operada no pensamento será refletido na vida cotidiana. Sabe por quê? “O que se vê foi feito do que é invisível”. Hebreus 11:3b.
Uma pessoa que tenha pensamentos negativos estará destinada a enfrentar situações negativas no seu dia-a-dia. Uma pessoa que pensa: sou triste, minha vida é um fracasso, nada dá certo para mim, sou uma pessoa infeliz, ninguém me ama ou se importa comigo, todos querem tirar proveito de mim. Esse tipo de pensamento vai se refletir no seu corpo, nas circunstâncias, no seu trabalho e em todo seu convívio social e familiar.
Porém uma pessoa que pensa de forma positiva encara o mundo de forma positiva. Sua forma de pensar com vigor, força e felicidade vai refletir no seu corpo, nas circunstâncias, no seu trabalho e em todo seu convívio social e familiar.
O ódio é um pensamento negativo. Quando eu passo a odiar alguém, eu programo a minha mente para desprezá-la. Isso irá alterar o meu comportamento. Isso vai se refletir nas minhas atitudes e naturalmente vai prejudicar a mim mesmo. Por isso JESUS disse: “Amém os vossos inimigos e orem por quem vos perseguem” Mateus 5:44.
Entenda que, quando se decide odiar alguém, o primeiro que sofre as consequências do pensamento negativo é você mesmo. Se desejarmos a destruição de alguém, essa mensagem fica gravada em nossa memória e começamos a pensar nisso, e nossos pensamentos nos levam a destruição. O mesmo acontece com a vingança. Ela nos destrói.
Provérbios 27:19 – Como na água o rosto corresponde ao rosto, assim, o coração do homem, ao homem.
 O mundo espiritual não faz acepção de pessoas, ele não discrimina ninguém. Sabe por quê? Diante de DEUS não existe nada em coberto, tudo é visto claramente.
Quando erramos e começamos a ter pensamentos errôneos, devemos buscar a cura pela Palavra de DEUS. A Bíblia Sagrada tem as respostas e a cura para os pensamentos.
João 6:63 – O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavrasque eu vos tenho dito são espírito e são vida.
Somente a “Palavra” tem o poder de transformar a forma de pensar das pessoas. A mente do homem será modificada quando for curada pela Palavra de DEUS.
O que você pensa influencia e é, feito nesta dimensão terrena. Você deve mudar a sua mentalidade pela dimensão da Palavra de DEUS.
Programe a sua mente a pensar como CRISTO pensa.
—————————————————–
Ronildo da Cruz RIbeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus 01 de setembro de 2012
 

OS TRÊS CONSELHOS

Uma história que meu avô Belarmino me contou muitas vezes.
“Um casal de jovens recém-casados, era muito pobre e vivia de favores num sítio do interior. Um dia o marido fez a seguinte proposta para a esposa: “Querida eu vou sair de casa, vou viajar para bem longe, arrumar um emprego e trabalhar até ter condições para voltar e dar-te uma vida mais digna e confortável. Não sei quanto tempo vou ficar longe, só peço uma coisa, que você me espere e enquanto eu estiver fora, seja FIEL a mim, pois eu serei fiel a você”. 
Assim sendo, o jovem saiu. Andou muitos dias a pé, até que encontrou um fazendeiro que estava precisando de alguém para ajudá-lo em sua fazenda. O jovem chegou e ofereceu-se para trabalhar, no que foi aceito. Pediu para fazer um pacto com o patrão, o que também foi aceito.  O pacto foi o seguinte: “Me deixe trabalhar pelo tempo que eu quiser, e quando eu achar que deva ir, o senhor me dispensa das minhas obrigações. EU NÃO QUERO RECEBER O MEU SALÁRIO. Peço que o senhor o coloque na poupança até o dia em que eu for embora. No dia em que eu sair o senhor me dá o dinheiro e eu sigo o meu caminho”.
Tudo combinado. Aquele jovem trabalhou DURANTE VINTE ANOS, sem férias e sem descanso. Depois de vinte anos chegou para o patrão e disse: “Patrão, eu quero o meu dinheiro, pois estou voltando para a minha casa”. 
O patrão então lhe respondeu: “Tudo bem, afinal, fizemos um pacto e vou cumpri-lo, só que antes quero lhe fazer uma proposta, tudo bem?  Eu lhe dou o seu dinheiro e você vai embora, ou LHE DOU TRÊS CONSELHOS e não lhe dou o dinheiro e você vai embora. Se eu lhe der o dinheiro eu não lhe dou os conselhos; se eu lhe der os conselhos, eu não lhe dou o dinheiro. Vá para o seu quarto, pense e depois me dê a resposta. “
Ele pensou durante dois dias, procurou o patrão e disse-lhe: “QUERO OS TRÊS CONSELHOS.”
O patrão novamente frisou: “Se lhe der os conselhos, não lhe dou o dinheiro.”
E o empregado respondeu: “Quero os conselhos.” 
O patrão então lhe falou:
1.    NUNCA TOME ATALHOS EM SUA VIDA. Caminhos mais curtos e desconhecidos podem custar a sua vida.
2.    NUNCA SEJA CURIOSO PARA AQUILO QUE É MAL, pois a curiosidade para o mal pode ser mortal.
3.  NUNCA TOME DECISÕES EM MOMENTOS DE ÓDIO OU DE DOR, pois você pode se arrepender e será tarde demais.
Após dar os conselhos, o patrão disse ao rapaz, que já não era tão jovem assim: “AQUI VOCÊ TEM TRÊS PÃES, estes dois são para você comer durante a viagem e este terceiro é para comer com sua esposa quando chegar a sua casa”.
O homem então, seguiu seu caminho de volta, depois de vinte anos longe de casa e da esposa que ele tanto amava.   
Após primeiro dia de viagem, encontrou um andarilho que o cumprimentou e lhe perguntou: “Pra onde você vai?”  Ele respondeu: “Vou para um lugar muito distante que fica a mais de vinte dias de caminhada por essa estrada”. O andarilho disse-lhe então: “Rapaz, este caminho é muito longo, eu conheço um atalho que é dez, e você chega em poucos dias”.
O rapaz contente, começou a seguir pelo atalho, quando lembrou-se do primeiro conselho, então voltou e seguiu o caminho normal.   Dias depois soube que o atalho levava a uma emboscada.
Depois de alguns dias de viagem, cansado ao extremo, achou pensão à beira da estrada, onde pode hospedar-se.  Pagou à diária e após tomar um banho deitou-se para dormir. De madrugada acordou assustado com um grito estarrecedor. Levantou-se de um salto só e dirigiu-se à porta para ir até o local do grito. Quando estava abrindo a porta, lembrou-se do segundo conselho.
Voltou, deitou-se e dormiu.  Ao amanhecer, após tomar café, o dono da hospedagem lhe perguntou se ele não havia escutado gritos durante a noite, e ele respondeu que sim. O hospedeiro perguntou-lhe se não estava curioso a respeito, e ele respondeu que não. O hospedeiro prosseguiu: “VOCÊ É O PRIMEIRO HÓSPEDE A SAIR DAQUI VIVO, pois meu filho tem crises de loucura, grita durante a noite… e quando o hóspede sai, mata-o e enterra-o no quintal”.
O rapaz prosseguiu na sua longa jornada, ansioso por chegar a sua casa. Depois de muitos dias e noites de caminhada… Já ao entardecer, viu entre as árvores a fumaça de sua casinha, andou e logo viu entre os arbustos a silhueta de sua esposa. Estava anoitecendo, mas ele pode ver que ela não estava só. Andou mais um pouco e viu que ela tinha entre as pernas, um homem a quem estava acariciando os cabelos.
Quando viu aquela cena, seu coração se encheu de ódio e amargura e decidiu-se a correr de encontro aos dois e a matá-los sem piedade. Respirou fundo, apressou os passos, quando lembrou-se do terceiro conselho. Então parou, refletiu e decidiu dormir aquela noite ali mesmo e no dia seguinte tomar uma decisão.
Ao amanhecer, já com a cabeça fria, ele pensou:  “NÃO VOU MATAR MINHA ESPOSA E NEM O SEU AMANTE. Vou voltar para o meu patrão e pedir que ele me aceite de volta. Só que antes, quero dizer a minha esposa que eu sempre FUI FIEL A ELA”.
Dirigiu-se à porta da casa e bateu.
Quando a esposa abre a porta e o reconhece, se atira em seu pescoço e o abraça afetuosamente. Ele tenta afastá-la, mas não consegue. Então, com lágrimas nos olhos lhe diz: “Eu fui fiel a você e você me traiu…”
Ela espantada lhe responde: “Como? Eu nunca lhe trai, esperei durante esses vintes anos!”
Ele então lhe perguntou: “E aquele homem que você estava acariciando ontem ao entardecer?”
“AQUELE HOMEM É NOSSO FILHO. Quando você foi embora, descobri que estava grávida. Hoje ele está com vinte anos de idade.”
Então o marido entrou, conheceu, abraçou o filho e contou-lhes toda a sua história, enquanto a esposa preparava o café. Sentaram-se para tomar café e comer juntos o último pão.  APÓS A ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO, COM LÁGRIMAS DE EMOÇÃO, ele parte o pão e, ao abri-lo, encontra todo o seu dinheiro, o pagamento por seus vinte anos de dedicação!”
———————————–&*&———————————–
Aplicando
1.     Não pegue atalhos – Não queime etapas de sua vida
Muitas vezes achamos que o atalho nos faz chegar mais rápido, o que não é verdade… Muitas vezes achamos que o atalho nos poupa tempo e até mesmo algumas etapas na vida e nos faz chegar mais rápido ao nosso destino, o que não é verdade… Sempre que quisermos andar por caminhos mais curtos e mais fáceis em nossas vidas, teremos grandes prejuízos. Normalmente quando queremos encurtar nossos caminhos passamos por muitas dores e tribulações.
2.     Não seja curioso
E quase sempre somos curiosos, queremos saber de coisas que não nos dizem respeito e arrumamos confusão. Devemos ter em mente que a curiosidade nada de bom nos acrescentará… a não ser problemas para nossas vidas.

3.     Não tome decisões na hora da raiva

Outras vezes, agimos por impulso, na hora da raiva, e fatalmente nos arrependemos depois… Mas, se seguirmos o que diz a Palavra de Deus, podemos até nos irar mas, não iremos cometer pecados.“Irai-vos, e não pequeis”. (Efésios 4:26).

            Por favor, não se esqueça desses três conselhos, e confie em DEUS…
“O orgulhoso de coração levanta contendas, mas o que confia no SENHOR prosperará. (Provérbios 28:25)
Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR.(Jeremias 17:7)
“Bem-aventurado todo aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos”.  (Salmos 128:1).
“Jesus disse: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. (João 14:6).
__________________________ 
Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, Amazonas – Brazil