RSS

Arquivo da categoria: Confissão de Fé

Eu sou a recompensa de alguém

Eu sou a recompensa de alguém
“E disse a Davi: Mais justo és do que eu; pois tu me recompensaste com bem, e eu te recompensei com mal.”
I Samuel 24:17
1.   Alguém precisa de mim!
a.   Moisés era o líder que os hebreus precisavam para libertá-los do Egito. Ele era a recompensa deles.
11 Naqueles dias, sendo Moisés já homemc, saiu a seus irmãos e viu os seus labores penosos; e viu que certo egípcio espancava um hebreu, um do seu povo. 12 Olhou de um e de outro lado, e, vendo que não havia ali ninguém, matou o egípcio, e o escondeu na areia. (Êxodo 2:11-12)
Moisés viu que algo precisava ser feito. Ele não tinha sido criado como um escravo, sim como um príncipe. Ele precisava recompensar de alguma forma seus irmãos escravos. Precisava mostrar sua gratidão.
10 Vem, agora, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito. 11 Então, disse Moisés a Deus: Quem sou eu para ir a Faraó e tirar do Egito os filhos de Israel? 12 Deus lhe respondeu: Eu serei contigo; e este será o sinal de que eu te enviei: depois de haveres tirado o povo do Egito, servireis a Deus neste monte. (Êxodo 3:10-12)
O que causou indignação em Moisés, era o que o motivaria para ser o libertador de seu povo.
Moisés era somente um escravo que teve a sorte de ser criado pela filha de Faraó.
b.  Davi foi uma recompensa para Saul.
21 Assim, Davi foi a Saul e esteve perante ele; este o amou muito e o fez seu escudeiro. 22 Saul mandou dizer a Jessé: Deixa estar Davi perante mim, pois me caiu em graça. f 23 E sucedia que, quando o espírito maligno, da parte de Deus, vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa e a dedilhava; então, Saul sentia alívio e se achava melhor, e o espírito maligno se retirava dele. (I Samuel 16)
Saul havia perdido a presença do SENHOR, agora um espírito demoníaco o dominava e ele tinha crises terríveis de ira. E Davi tocava sua harpa, e o espírito demoníaco saia de Saul.
Davi um simples pastor de ovelhas – sendo o menor de oito irmãos fora ungido para ser rei de Israel. Na batalha contra o gigante Golias e os filisteus. Ele era a resposta a oração daquele exército.
c.   Rute foi a recompensa para Noemi – sua sogra
15 Disse Noemi: Eis que tua cunhada voltou ao seu povo e aos seus deuses; também tu, volta após a tua cunhada. 16 Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. 17 Onde quer que morreres, morrerei eu e aí serei sepultada; faça-me o Senhoro que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.18 Vendo, pois, Noemi que de todo estava resolvida a acompanhá-la, deixou de insistir com ela. (Rute 1)
Rute era moabita, era alguém sem nenunhum valor para os Judeus. Os moabitas eram considerados pelos judeus um povo amaldiçoado, eles nunca poderiam entrar no templo, Nem em sua quarta geração.
d.   Ester livrou o seu povo, os hebreus, da destruição – ela foi a resposta a oração e jejum do povo.
15 Então, disse Ester que respondessem a Mordecai:16 Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais, nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; eu e as minhas servas também jejuaremos. Depois, irei ter com o rei, ainda que é contra a lei; se perecer, pereci. (Ester 4)
Quem era Ester? Uma escrava judia. Uma cortesã no palácio do rei Assuero.
e.   José foi uma solução para Faraó e o povo egípcio. Sem José o Egito e muitas outras nações teriam sido extintas pela fome.
José foi uma recompensa a um faraó. E como ele agiu com os seus irmãos que o entregaram vendendo-o para ser escravo? Ele recompensou o mal com o bem. Ele entendeu que fora a providencia divina que o levara e o preparara para aquela ocasião. Por isso ele recebeu seus irmãos e não os matou.
Eclesiastes 4:9
Jesus foi a recompensa de DEUS para a humanidade, o homem andava em pecado fazendo tudo que desagradava a ELE. Todavia ele enviou a JESUS, se fez carne e veio até nós para nos pagar (recompensar) com o bem.
João 3:16 Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna. 17 Pois Deus mandou o seu Filho para salvar o mundo e não para julgá-lo.18 Aquele que crê no Filho não é julgado; mas quem não crê já está julgado porque não crê no Filho único de Deus.
Como nós temos recompensado ao nosso DEUS. As pessoas que nos cercam. Você sabia que na maioria das vezes nós pagamos o bem que o SENHOR nos faz, com o mal, buscando o nosso próprio prazer.
Como temos agido? Sendo recompensa, ou sendo uma piscina de ingratidão.
Toda pessoa que DEUS criou é necessária e, é uma recompensa para alguém
————————————–
Pr. Ronildo da Cruz Ribeiro
Manaus, AM 26 de junho de 2011
IDPB – Monte Horebe
Anúncios
 

Parceiro de DEUS

Parceiro de DEUS
Amós 3:3Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?
João 1:11-12 “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, l  a saber, aos que creem no seu nome; m
O texto de Amós, trata da miséria que o povo estava vivendo fora da vontade e do propósito de DEUS. Eles faziam seus sacrifícios, davam seus dízimos e suas ofertas mas desobedeciam as leis e ordenanças. Porém queriam que todas as vezes que clamassem fossem ouvidos. Como eles poderiam ser ouvidos não havia acordo entre eles e seu DEUS?
Seus sacrifícios, ofertas e dízimos não eram uma prova de seu amor, mas sim de uma prática hipócrita onde tentavam mostrar um estilo de vida que não condizia com a realidade que eles viviam. Uma hora no templo, outra fazendo exatamente o contrário da vontade de DEUS. Suas ofertas e dízimos eram uma forma de justificar suas culpas e pecados substituindo o arrependimento por obras infrutíferas.
1.      Existe um acordo, um contrato entre DEUS e o homem.
a.    Neste contrato tem clausulas bem específicas, quanto o que cada um deve fazer. A parte de DEUS e da parte do homem.
b.    A parte de DEUS – como ELE é mais antigo, ele escreveu algumas leis bem específicas de proteção; e como consequência da obediência a este contrato, o resultado é bênçãos e prosperidade da pessoa bem como de seus filhos.
c.    A parte do homem – ele somente tem que compreender bem o contrato, e então fazer de acordo como está escrito. É um acordo eterno entre o homem e DEUS.
d.    A quebra deste contrato resulta em desgraça. A observação deste contrato em bênção.
2.      Como podem andar os dois juntos – o homem e DEUS?
a.     DEUS conhece o homem e o respeita.
b.    O homem precisa conhecer a DEUS e cumprir sua parte neste acordo. Dessa forma eles poderão andar juntos. Existem dois pontos básicos neste contrato: Amar a DEUS sobre as coisas e ao próximo como a si mesmo.
3.      O que DEUS está querendo fazer neste texto é uma parceria.
a.      Por que será que DEUS precisa de mim para esta parceria? Você pergunta!
b.    DEUS só pode fazer algo na terra através do homem. E talvez você e eu sejamos as pessoas que o SENHOR quer usar.
4.      Não poderemos andar juntos se não houver acordo.
a.    DEUS nunca poderá anda junto com o homem se o homem não andar de acordo com a Sua palavra.
b.    O homem tem que concordar com a palavra de DEUS.
c.    O homem tem que ter como parceiro o próprio DEUS.
5.      Em que DEUS quer ser o meu parceiro?
a.     Na sua família; no seu emprego; na sua empresa; em seus negócios; na sua escola; em suas escolhas; O Senhor quer ter a primazia em todos os grandes momentos de sua vida.
Aplicação
1.     Deus tem buscado parceiros para uma sociedade de prosperidade.
2.    Deus tem buscado homens que saibam trabalhar em parceria com Ele.
3.     Será que ele pode encontrar em você esse parceiro?
4.     Será que você é a pessoa certa para essa parceria? Eu acredito que sim! Mas você está disposto a cumprir sua parte neste acordo? Eu também acredito que sim!
5.     Então vá em frente e encare novos desafios na fé.
—————————
Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus 09 de outubro de 2012
terça-feira
————————
l l 1.12 João distingue claramente entre Jesus Cristo, o unigênito Filho de Deus (v. 18), e aqueles que chegam a ser filhos de Deus por crerem em Jesus Cristo.

m m 1.12 Crêem no seu nome: João ressalta fortemente o valor de crer em Jesus Cristo. Crer é a resposta do homem com a mente, o coração, com toda a vida, à ação salvadora de Deus por meio de Jesus Cristo. Quando uma pessoa “crê”, recebe a vida eterna (cf. Jo 3.14-16; 6.40; 11.25-26; 20.31).
 

Deixe que os mortos enterrem os seus mortos

Deixe que os mortos enterrem os seus mortos

 Lucas 9:59-60 “E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá enterrar meu pai. Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu, vai e anuncia o Reino de Deus”.

A palavra de DEUS algumas vezes parece muito dura e severa, quando é colada sob um foco humanista sem as devidas análises. Parece que DEUS quer o tempo todo torturar e fazer o povo sofrer. Parece que quer controlar e manipular as circunstâncias. Parece que é um DEUS mau. Principalmente quando ordena a execução de pessoas, crianças e animais.

E quando ordena que pessoas saiam do meio de seu povo, aí parece que realmente ele é muito mau e não se importa.

Números 5:1-3 “Disse o Senhor a Moisés: Ordena aos filhos de Israel que lancem para fora do arraial todo leproso, b  todo o que padece fluxo c  e todo imundo por ter tocado em algum morto; d tanto homem como mulher os lançareis; para fora do arraial os lançareis, para que não contaminem o arraial, no meio do qual eu habito”.

A.     Qual o contexto

1.      Higiene
a.      Eles estavam no deserto;
b.      Eles eram um multidão de aproximadamente dois milhões de pessoas
c.       Não havia médicos. Não havia saneamento básico. Não havia condição de conter uma possível ipidemia. O único recurso era isolar ou sofrer. Só que eles não abandonavam, eles tiravam do meio mas mantinham a uma certa distância.
2.      Lança fora o leproso:

a.      O que é lepra? Lepra, hanseníase, morfeia, mal de Hansen ou mal de Lázaro é uma doença infecciosa causada por uma bactéria – Leprae. Teve o nome modificado para Haseniase em homenagem ao descobridor do micro organismo – Gerhard Hansem.

b.      O que ela causa no portador sinais e sintomas dermatológicos e neurológicos. Ela deforma a pele, atrofia os nervos e causa enrijecimento nas extremidades levando a perdas. Ela atinge qualquer pessoa independente de sua classe social.

c.       Para ela se manifestar, leva entre dois e cinco anos para aparecer os primeiros sintomas.

d.      A lepra é transmitida por gotículas de saliva. Durante o ato de falar, espirrar, tossir ou beijar. Quase sempre ocorre entre contatos domiciliares, geralmente indivíduos que dormem num mesmo quarto. A contaminação se faz por via respiratória, pelas secreções nasais ou pela saliva.

3.      Lança fora o que padece de fluxo de sangue:

a.      Aqui se refere á pessoas que sofrem de algum tipo de corrimento, e está ligada a doenças sexualmente transmissíveis.

b.      Neste contexto, se tratava tanto das mulheres como dos homens que tivessem adquiridos algum tipo de doença dessa natureza.

4.      Lança fora o imundo por ter tocado em algum morto

a.      Aqui eram dois tipos de cuidados. 1º) A higiene e; 2º a veneração dos mortos.

b.      Primeiro porque não se podia saber a causa da morte, a não ser quando fosse assassinato.

c.       Segundo podia se começar um processo de veneração dos mortos. O corpo estava ali, mas a alma já havia partido então não havia nenhuma necessidade de estar beijando, pegando nas mãos ou fazendo expressões que envolvesse tocar no cadáver.

5.      Tinha que ser feito porque o SENHOR habitava no meio deles.

a.      Tinha que haver pureza, porque o SENHOR é puro. Ele estava presente no meio do povo e um sinal era que o tabernáculo estava ali representando sua presença santa.

B.     Hoje como podemos aplicar este pequeno texto em nossa vida.

1.       O que representaria o arraial hebreu nos dias de hoje? A igreja. Milhares de pessoas andando por este mundo (desértico) em direção a Canaã. E uma epidemia espiritual causada por falta de higiene pode por tudo a perder. Logo algumas pessoas não podem estar neste arraial. Quem são elas?

2.      Os Leprosos – quem são os leprosos espirituais? São pessoas que perderam a sensibilidade espiritual. Ela não sente mais dor, frio, calor e facilmente ela se machuca ou machuca alguém, mas nada sente. Ela esta entorpecida pela doença que vai pouco a pouco a deformando. Ela contamina com as palavras; com a convivência; daqui a pouco se torna uma família de leprosos. Pessoas doentes cuja estima não existe mais. E ela machuca qualquer pessoa porque não tem mais sensibilidade, porém quando ela agride alguém é ela quem mais sofre perdas, inclusive de membros.

3.      Fluxo de sangue – são pessoas que se envolvem sentimental ou sexualmente com outras. Pessoas que não conseguem se conter. Elas se contaminaram e agora estão dispostas a contaminar qualquer pessoa que entre em seu caminho. São pessoas que sabem que foram traídas e sagram, e isso, lhes causa vergonha.

4.      Tocar no morto – são pessoas que sentem piedade de pessoas que já morreram na fé. Elas estão lá só o corpo, mas, o Espírito Santo e a alegria há muito já foi. Elas estão distantes de DEUS, morreram na fé. Mas por causa da intimidade, algumas pessoas ficam próximas e tocam no morto – são parentes, amigos, companheiros de longas datas. Não se sabe do que ela morreu, mas ficam num estado de veneração dizendo: lembra quando nós fizemos isso? Lembra que fizemos aquilo? E abraça, e chora, e afaga o rosto, e faz elogios e lambe o passado.

5.      O Senhor Jesus não mora mais no tabernáculo, no meio do povo ou no meio da igreja. Ele mora em você. Você é o tabernáculo. Você é a igreja. Logo no seu corpo precisa haver pureza. Ele não pode habitar em lugar imundo, doente ou morto.

C.     Deixe os mortos sepultarem os seus mortos.

Lucas 9:59-60 “E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá enterrar meu pai. Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu, vai e anuncia o Reino de Deus”.

1.      Largue o passado. Deixe o passado ser passado. Você não precisa mais daquilo.

2.      Jesus cura o leproso Mateus 8:1-3 “Ora, descendo ele do monte, grandes multidões o seguiram. E eis que um leproso, b  tendo-se aproximado, adorou-o, dizendo: Senhor, se quiseres, podes purificar-me. E Jesus, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, fica limpo! E imediatamente ele ficou limpo da sua lepra”.

                                                               i.      Talvez você tenha perdido a sensibilidade. Tudo pra você seja normal. Talvez você diga é assim mesmo. O pecado, o erro, as mentiras, o ódio, a raiva, desequilíbrio emocional, qualquer tipo de crime ou desvio de conduta seja normal, você não consegue mais enxergar como coisa ruim – mas Jesus cura e ele pode fazer agora mesmo.

                                                             ii.      Jesus pode curar você da insensibilidade que causa danos a você. Só Jesus pode remover a sua vergonha.

3.      Jesus cura o fluxo de sangueMateus 9:20-22 “E eis que uma mulher, que durante doze anos vinha padecendo de uma hemorragia, u  veio por trás dele e lhe tocou na orla da veste; porque dizia consigo mesma: Se eu apenas lhe tocar a veste, ficarei curada. E Jesus, voltando-se e vendo-a, disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou. E, desde aquele instante, a mulher ficou sã.

                                                               i.      Talvez você tenha se envolvido emocionalmente com as pessoas erradas e isso tem causado em você um sangramento continuo. E você sofre. Deixe Jesus lhe curar.

4.      Jesus ressuscita os mortos – não toque no seu morto, deixe Jesus tocar nele. Lucas 7:11-15Em dia subseqüente, dirigia-se Jesus a uma cidade chamada Naim, g  e iam com ele os seus discípulos e numerosa multidão. Como se aproximasse da porta da cidade, eis que saía o enterro do filho único de uma viúva; e grande multidão da cidade ia com ela. Vendo-a, o Senhor se compadeceu dela e lhe disse: Não chores! Chegando-se, tocou o esquife h  e, parando os que o conduziam, disse: Jovem, eu te mando: levanta-te!  Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe”.

                                                               i.      Talvez o seu morto seja um sonho, não toque e nem fique remoendo o passado, deixe que Jesus ressuscite, ou então enterre ele.

                                                             ii.      Não fique lembrando como era bom, ou como foi ruim. Se foi bom deixe Jesus ressuscitar. Se foi ruim, sepulte e esqueça.

5.      Deixe Jesus habitar em sua vidaJoão 14:23Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada”.

                                                               i.      Quando ele habita em você a alegria é contínua; A paz é perpetua; O fardo é suave e leve.

                                                             ii.      Nele não há dúvidas. Ele é santo e santifica o lugar onde ELE mora.

 

————————————————–

Estag. Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, 30 de setembro de 2012
Culto de domingo


b b 5.2 Sobre a lepra, ver a Concordância Temáticae Lv 13.49, nota n.
c c 5.2 Que padece fluxo: Lv 15.2-3.
d d 5.2 Todo imundo por ter tocado em algum morto: Isto é, por haver tocado num cadáver: Lv 21.1-12; Nm 19.11-22.
b b 8.2 Leproso: Que tem lepra, uma repugnante enfermidade da pele. A pessoa enferma era considerada ritualmente impura e, portanto, curá-la também significava limpá-la ou deixá-la ritualmente limpa. Qualquer que tocasse um leproso era considerado impuro (cf. Lv 5.3); mesmo assim, Jesus estendeu a mão e o tocou para curá-lo.
u u 9.20 Hemorragia: Causada por uma irregularidade menstrual que, além do sofrimento, tornava a mulher ritualmente impura (cf. Lv 15.25-30).
g g 7.11 Naim: Um pequeno povoado situado próximo de Nazaré.
h h 7.14 O cadáver, envolto em lençóis, era levado sobre uma tábua ou maca. Naquele tempo, não se usavam ataúdes ou caixões.
 

Sonhos – Não desprezem os pequenos começos

Sonhos – Não desprezem os pequenos começos
Zacarias 4:10Pois quem despreza o dia dos humildes começos, esse alegrar-se-á vendo o prumo na mão de Zorobabel. Aqueles sete olhos são os olhos do Senhor, i  que percorrem toda a terra. j
Quando você for planejar os seus sonhos, comece pelas coisas pequenas. É das coisas pequenas que nascem as grandes. Os grandes sonhos, quando ainda são meros pensamentos, eles parecem impossíveis, mas à medida que se vai escrevendo, planejando e revendo, percebe-se que ele tem um começo e este começo é pequeno, algumas vezes bem pequeno. Por maior que seja, por mais impossível que seja não desista jamais de seu sonho!
Os sonhos são como uma gravidez. Deixe que seu sonho continue crescendo. Continue planejando o futuro, quando ele nascer, como ele será bonito. Faça o enxoval, planeje bem a compra, o quarto do bebê, as cores, o hospital onde vai nascer, quem será os convidados para a festa. Os sonhos são como gravidez. Fiquem grávidos e sonhem os sonhos de DEUS.
“O sonho transformará a morte em vida, a escuridão em luz, a pobreza em riqueza”. David Y. Cho, Viva na quarta dimensão, pg. 106 – Ed. Vida.
1.       Prepare-se para a realização de seu sonho.
“Todos desejam uma mudança na vida e a realização de seus sonhos, mas são poucos os que se preparam para isso. Para alcançar o sonho, é imprescindível a preparação. Se você tem um sonho, deve ter convicção que o sonho será alcançado e agir como se ele já tivesse realizado. Daí a necessidade de preparação. Para aquele que não se prepara, seu sonho continuará sendo um sonho, e será difícil alcança-lo”. David Y. Cho, Viva na quarta dimensão, pg. 106 – Ed. Vida.
Efésios 5:15-17Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, q  porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor. r
2.       Qual é o sonho que DEUS tem colocado em você?
a.       Você já parou pra perguntar de DEUS qual é o sonho dele para você? Se não pergunto ainda, comece. Se já perguntou espere a resposta.
b.       Se DEUS já lhe deu um sonho, você já começou a planejá-lo?
3.       O que você esta fazendo pelo seu sonho?
a.       Você já conversou com pessoas mais experientes sobre o projeto de DEUS pra você? O que eles disseram?
b.       Você já sabe quem pode investir no seu sonho? Como ele pode investir?
c.       Você está planejando seu sonho e, se estiver tendo dificuldades já buscou ajuda?
4.       Quanto tempo você tem investido em seu sonho?
a.       Quanto de seu tempo diário você tem gasto planejando seu sonho?
b.       Quanto tempo você passa pesquisando sobre o seu sonho?
c.       Quanto tempo você passa orando, escrevendo e meditando sobre o seu sonho.
5.       Quanto você tem gasto com seu sonho?
a.       Você está disposto a investir dinheiro em seu sonho?
b.       Você conseguiria se desfazer de algum bem pra investir em seu sonho?
c.       E se der errado a primeira vez, estará disposta a começar tudo de novo?
6.       Como você tem se preparado para o seu sonho?
a.       Tem estudado?
b.       Tem se cercado de pessoas de DEUS para ajudar no nascimento de seu projeto?
c.       Se ainda não tem feito nada disso, realmente será somente um sonho, do contrário, teremos um grande empreendimento nascendo.
Eu oro pra ter privilégio de fazer parte de seu sonho!
 —————————————————
Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, 25 de setembro de 2012
Culto de oração – terça-feira
  

i i 4.10 Os sete olhos representam, simbolicamente, o próprio Deus, que não desiste do seu empenho de velar pela restauração do seu povo. Cf. Ap 5.6; ver Zc 4.2, nota a.
j j 4.6-10 Os vs. 6-10 formam uma espécie de parêntese para destacar a mensagem do Senhor a Zorobabel. Algumas traduções recentes colocam esta seção depois do v. 14, para manter a continuidade da narração.
q q 5.16 Cl 4.5.
r r 5.17 Rm 12.2.
 

Sonho – Faça de seu sonho um projeto de vida

Sonho – Faça de seu sonho um projeto de vida
Provérbios 16:1-2 “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor. a Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o Senhor pesa o espírito. b
Qual é o seu sonho? Que tal começar hoje a planejar o que vai fazer amanhã? Por isso, projete algo claro em seu coração. Escreva em uma folha de papel, e ore até receber clareza e ter convicção. Depois faça uma avaliação de sua meta à luz da Bíblia.
Escreva seu sonho, depois leia e releia todos os dias. O sonho vai ficando cada vez mais claro para você e pouco a pouco vai se transformando em uma realidade.
1. Escreva um projeto de forma clara e objetiva.
a.      Para o próximo ano;
b.      Para daqui a dois anos;
c.      Para daqui a três anos;
d.      Para cinco anos;
e.      Para daqui a dez anos.
Escreva, leia, releia, ore todos os dias por eles e a medida que você for recebendo clareza escreva, e você vai ver seus sonhos nascendo.
2.      Escreva suas metas diante da cruz de Cristo.
1 Pedro 2:24-25 “Carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, g  os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; h  por suas chagas, fostes sarados. i Porque estáveis desgarrados j  como ovelhas; agora, porém, vos convertestes ao Pastor e Bispo da vossa alma. l
a.      A cruz levou o meu pecado;
b.      A cruz curou a minha mente. Toda desordem mental foi sarada;
c.      A cruz curou minhas feridas na alma;
d.      A cruz curou os meus traumas;
Quando você for escrever suas metas, todas as impossibilidades brotarão de sua mente tentando fazê-los desistir. Os pensamentos são os mais variados: “você é incapaz; isso é loucura; o que vão pensar de você; isso é ridículo; você não tem forças suficientes para isso; você é muito pobre para fazer isso; isso nunca vai dar certo; todos os indicadores mostram contrário, e por ai vai”. Porém quando você coloca seus planos na perspectiva da cruz, fica mais fácil de crer. Lembre-se, Ele levou sobre si todas as nossas incapacidades.
Quando você começa escrever suas metas, parece que algo tenta lhe atrapalhar colocando desordem mental, entendi que isso acontece para atrapalhar mesmo, pois a mente é quem faz os planos que serão atendidos por DEUS. A mente é o campo de batalha, se você a controlar, você controla qualquer coisa.
Visualize suas metas. Cria nelas, escreva contrariando todas as possibilidades. Creia e verás o poder de DEUS.
Aplicação:
1.      Faça de seu sonho o projeto de sua vida.
2.      Escreva ele, e leia todos os dias. Cole o que você escreveu em algum lugar próximo de você.
3.      Escreva suas metas diante da cruz de Cristo. Creia ele já levou sobre si a suas incapacidades.
—————————————————
Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, 21 de Setembro de 2012
21º dia de jejum


a a 16.1 Cf. Pv 16.9; 19.21; Ec 9.1.

b b 16.2 Pv 21.2. Pesa: Isto é, julga.
g g 2.24 O madeiro ou a árvore: Referência à cruz;ver At 5.30, n.
h h 2.24 Rm 6.2-11.
i i 2.24 Is 53.4-5,11-12.
j j 2.25 Da alusão a Is 53.6 se passa à imagem do pastor;ver Jo 10.11, n.
l l 2.25 Cf. 1Pe 1.9, n.
 

Sonhos – Qual a visão de DEUS para você?

Sonhos – Qual a visão de DEUS para você?
20º dia de Jejum

 Provérbios 29:18 “Não havendo profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei, esse é feliz. o”

Neste podemos ver com bastante clareza que quando não há “Instrução” o povo se corrompe e perece. Mas quando existe visão, instrução, o povo é feliz.

Existem dois tipos de desejos, o primeiro tipo é o da carne; são os desejos que não provem de DEUS. Outro, porém, é uma visão, um sonho, uma revelação ele vem exclusivamente de DEUS. O sonho se diferencia pela esperança no amanhã e JAMAIS, NUNCA se relaciona com a injustiça e o pecado. Já o desejo carnal mantém relação com a ilegalidade e o pecado.

1.       Sempre espere coisas grandes e ocultas de DEUS.

Jeremias 33:3 “Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, d  que não sabes”.

Isaias 48:6-7 Já o tens ouvido; olha para tudo isto; porventura, não o admites? Desde agora te faço ouvir coisas novas e ocultas, que não conhecias. Apareceram agora e não há muito, e antes deste dia delas não ouviste, para que não digas: Eis que já o sabia”.

Existem momentos em que nos sentimos a beira de um abismo e parece impossivel sair do problema. Neste momento espere de DEUS uma solução.

2.       Invoca-me.

a.       Invocar é: chamar em súplica ou em oração. É fazer uma prece. Tudo o que DEUS quer e que você o invoque. Chame a atenção de DEUS. Faça uma prece que saia do profundo de seu coração

b.       Quando invocamos ao SENHOR ele nos responde de forma não convencional. Reponde da forma DELE.

3.       Eu te responderei com coisas grandes e ocultas.

a.       É uma promessa que seremos não somente ouvidos, mais que seremos atendidos.

b.       Que tipo de resposta será? Serão anunciadas coisas grandes e ocultas.

c.       A resposta será de forma muito diferente, do tipo que não sabemos, ou que nunca experimentamos. Será algo inovador – uma visão.

d.       De que forma ELE nos responderá? Através de sonhos, revelações e ensinamentos de sua Palavra.

Será que o sonho visionário que você tem, não é uma resposta para suas dúvidas e crises existenciais? Será que quando você começar a colocá-los em prática outras pessoas não serão beneficiadas e abençoadas através deles? Pense! Pense! E invoque ao SENHOR buscando respostas.

4.       Que coisas grandes e ocultas DEUS têm para nós?

a.       Sonhos, visões, projetos e muito mais coisas do que ouvimos e pensamos.

b.       Você deve sonhar grande, pensar grande, desejar grande. Quando se deseja grande, é impossível que pelo menos dezenas de pessoas não estejam envolvidas de forma implícita em seus sonhos. Sabe por quê? Todos eles fazem parte de um grande projeto onde é você quem dá o ponta pé inicial.

c.       Quando sonhamos e o sonho envolve muitas pessoas, é um grande sinal de que o SENHOR está dando uma visão, então é mais do que oportuno pegar papel e caneta, e começa a planejar.

Aplicação:

1.       Invoque ao SENHOR

2.       Espere a resposta não da forma convencional, mas da forma sobrenatural.

3.       Espere coisas grandiosas e grandes novidades em DEUS.

4.       Espere sempre o melhor de DEUS, quando você o invoca.

5.       O que será que DEUS tem planejado pra você?

 

——————————————-
Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, 20 de setembro de 2012
20º dia de Jejum


o o 29.18 Profecia: Outra tradução possível: direção divina. Lei: Hebr. torah, que também pode ser traduzida por ensino, instrução.
d d 33.3 Coisas grandes e ocultas: Esta expressão é interpretada de diversas maneiras. Poderia tratar-se de algo inacessível e impenetrável, como uma fortaleza ou uma cidade fortificada, ou também de algo escondido; ou, ainda, como em Is 48.6, de algo que até o momento se havia mantido em segredo.
 

Fé – Aprenda a viver pela palavra de JESUS

Fé – Aprenda a viver pela palavra de JESUS

16º dia de Jejum

João 8:31 “Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos”.

Aprenda a viver e a caminhar com Jesus. Tenha um encontro com o Espírito Santo. Medite na palavra de DEUS e sempre ande com homens e mulheres de fé.

1.       DEUS nos deu a sua palavra – porque somente através dela pela fé podemos vencer o mundo. Foi através dela que Jesus Cristo venceu o mundo. “Está escrito”.

1 João 5:4-5Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê ser Jesus o Filho de Deus?”

2.       DEUS nos deu o Espírito Santo o consolador para nos instruir, nos revelar, nos santificar.

João 16:13Quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir”.

3.       DEUS nos deu irmãos para que pudéssemos viver em família.

Atos 2:42-4742 E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão j  e nas orações.43 Em cada alma havia temor; e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos apóstolos.44 Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum.45 Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade.46 Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão l  de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração,47 louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos.”

4.       A fé nasce e cresce pela palavra de JESUS.

Romanos 10:17 “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo”.  

1 João 5:4-5Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê ser Jesus o Filho de Deus?”

5.       É o Espírito Santo que ajuda em nossas fraquezas.

Se quisermos crescer em nossa fé, necessitamos desse companheiro, o Espírito Santo.

Romanos 8:26Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis.”

Aplicação

1.       Busque a palavra de DEUS, leia ela todos os dias, medite, faça dela o seu livro de cabeceira.

2.       Busque o Espírito Santo e seu batismo, busque no Espírito Santo a clareza da Palavra de Deus. Faça do Espírito Santo seu conselheiro, seu amigo mais íntimo.

3.       Esteja sempre que puder reunido com os irmãos. Compartilhe experiência, fé, alegria, tristezas, alimente-se com eles. Faça uma classe de discipulado. Tenha uma célula. Reúna com as pessoas.

4.       A fé nasce pelo ouvir da palavra de CRISTO. Tire tempo pra ouvir a palavra de Jesus, vá aos cultos em sua igreja, assista grandes pregadores.

5.       Lembre-se que é o Espírito Santo quem sempre vai ajudá-lo em suas dificuldades. Ele irá usar pessoas cheias Dele para trazer o alento através da palavra de Cristo, ou alguma ajuda física mesmo.

————————————————

Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, 17 de setembro de 2012
16º dia de Jejum


j j 2.42 Partir do pão: De acordo com o contexto, trata-se de um ato com significado religioso (2.46, n.); também pode significar comer juntos.
l l 2.46 Partiam pão: Expressão derivada do costume judaico de começar a refeição com uma bênção, depois da qual se parte cerimonialmente o pão. A frase chegou a ser aplicada de maneira particular à celebração da Ceia do Senhor ou Santa Ceia (At 2.42; 20.7,11; 27.35; 1Co 10.16). Além de participarem das orações no templo, os cristãos se reuniam nas casas, onde os seus “ágapes” ou refeições em comum incluíam a celebração da Ceia do Senhor (cf. 1Co 11.22).
m m 10.17 Cristo: Outros manuscritos dizem: Deus.
b b 8.26 Cf. v. 15; Gl 4.6. Alguns vêem aqui uma alusão à oração em línguas (1Co 14.14-19).