RSS

Arquivo da categoria: construção

CONSTRUINDO UM TEMPLO PARA DEUS

CONSTRUINDO UM TEMPLO PARA DEUS
(I Rs 06: 14; I Cor 03:16-17).
A.   Quando desejamos construir algo de excelência, devemos:
1.    Planeje aquilo que você deseja.
Possuir um desejo, uma vontade, um planejamento. Davi desejou construir um templo para Deus (I Cr 22: 5 – Davi pensava: “Meu filho Salomão é jovem e inexperiente, e o templo que será construído para o Senhor deve ser extraordinariamente magnífico, famoso e cheio de esplendor à vista de todas as nações. Por isso deixarei tudo preparado para a construção”. Assim, Davi deixou tudo preparado antes de morrer.
2.    Reúna os recursos e compre o lugar certo.
Adquirir o local e reunir os recursos – Davi comprou a eira de Ornã ou Araúna, um jebuseu, que se localizava monte Moriah ou Moriá, para que ali viesse a ser construído o templo. (2 Samuel 24:24, 25; 1 Crónicas 21:24, 25) Ele juntou 100.000 talentos de ouro, 1.000.000 de talentos de prata, e cobre e ferro em grande quantidade, além de contribuir com 3.000 talentos de ouro e 7.000 talentos de prata, da sua fortuna pessoal. Recebeu também como contribuições dos príncipes, ouro no valor de 5.000 talentos, 10.000 daricos e prata no valor de 10.000 talentos, bem como muito ferro e cobre. (1 Crónicas 22:14; 29:3-7) Salomão não chegou a gastar a totalidade desta quantia na construção do templo, depositando o excedente no tesouro do templo (1 Reis 7:51; 2 Crónicas 5:1).
3.   Escolha as pessoas certas.
Escolher as pessoas certas para a construção – Em troca de trigo, cevada, azeite e vinho, Hiram ou Hirão, o rei de Tiro, forneceu madeira do Líbano e operários especializados em madeira e em pedra. Ao organizar o trabalho, Salomão convocou 30.000 homens de Israel, enviando-os ao Líbano em equipes de 10.000 a cada mês. Convocou 70.000 dentre os habitantes do país que não eram israelitas, para trabalharem como carregadores, e 80.000 como cortadores (1 Reis 5:15; 9:20, 21; 2 Crónicas 2:2). Como responsáveis pelo serviço, Salomão nomeou 550 homens e, ao que parece, 3.300 como ajudantes. (1 Reis 5:16; 9:22, 23)
4.   Construir leva tempo – tenha paciencia.
Gastar tempo para se construir – O Rei Salomão começou a construir o templo no quarto ano de seu reinado seguindo o plano arquitectónico transmitido por Davi, seu pai (1 Reis 6:1; 1 Crónicas 28:11-19). O trabalho prosseguiu por sete anos.
5.    Não pare no meio do projeto – vá até o fim.
Não desistir da construção, pois o acabamento é mais caro e demorado – Os materiais aplicados foram essencialmente a pedra e a madeira. Os pisos foram revestidos a madeira de junípero (ou de cipestre segundo algumas traduções da Bíblia) e as paredes interiores eram de cedro entalhado com gravuras de querubins, palmeiras e flores. As paredes e o tecto eram inteiramente revestidos de ouro. (1 Reis 6:15, 18, 21, 22, 29).
6.   Faça uma festa para comemorar sua vitória.
Alegrar-se com o término da construção – Após a construção do magnífico templo, a Arca da Aliança foi depositada no Santo dos Santos, a sala mais reservada do edifício.
Em I Cor 03: 16-17 está escrito: Não sabeis vós que sois templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.
7.    Faça tudo com excelência
Busque a excelência, persevere, a cada dia acrescente no seu templo um tilojo de amor, de fé, de sabedoria, de caridade, de paz, de esperança. Retire do seu templo todo entulho que atrapalha a perfeita construção, custe o que custar mas termine a obra.
Em I Tm 04: 16 está escrito: Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes.
8.   Notem bem a conclusão de Paulo a Timóteo:
– Tem cuidado de ti mesmo: Você é templo do Espírito Santo! Pratique as obras do Espírito e não as da carne.
– Tem cuidado da Doutrina: Medite na Palavra e seja cuidadoso para fazer tudo segundo Ela manda, esforça-te!
– Fazendo assim: Vivendo em santo comportamento e piedade salvarás a ti e aos teus ouvintes.
B.  Aprendendo com o exemplo da ostra:
Quando uma ostra é invadida por um parasita ou é incomodado por um objeto estranho (um grão de areia, por exemplo), e isso causa dor e irritação no tegumento do animal. Como forma de proteção desta irritação, a ostra começa a cobrir aquele grãozinho de areia com uma substância chamada nácar. Com o passar do tempo vão sendo depositadas muitas e muitas camadas de nácar, o que acaba por ocasionar a formação de uma pérola.
Pérolas são produtos da dor. Como resultado, uma linda pérola é formada. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada.
O caráter do cristão é forjado na luta diária, por meio da vivência ética, da honestidade, moralidade, do amor ao próximo, da caridade, dos bons ensinamentos, do trabalho, do conhecimento do Reino de Deus.
É como se todos nós fôssemos pedras pontiagudas e precisássemos de nos tornar redondinhas para conseguirmos rolar no rio da vida, até descobrirmos o caminho que possa nos levar ao Criador.
___________________________
Irmão Mário José Gonçalves
Manaus 14 de outubro de 2012
IDPB Monte Horebe
Culto de Domingo