RSS

Arquivo da categoria: Herdeiros de Deus

Herdeiros de Deus

Herdeiros de Deus
16º dia de Jejum
Gálatas 4:6-7
6 E, porque vós sois filhos, g  enviou Deus ao nosso coração o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai! h 7 De sorte que já não és escravo, porém filho; e, sendo filho, também herdeiro por Deus. i[1] (Gálatas 4:6-7).
1.       Sois filhos, e Deus enviou ao nossos corações o Espírito de Seu Filho.
Nós temos aprendido que somos filhos e não escravos. E como filhos nós temos direitos. Os escravos têm o medo. Temos aprendido também que o Espírito Santo foi derramado em nosso coração o lugar dos sentimentos, e a nossa mente foram modificados para mente de CRISTO. (Controle de Cristo)_
Entendemos que a mente controla o corpo, e toma as decisões. E que o coração controla as emoções, e que são as emoções que na maioria das vezes nos levam a (mente) tomar decisões. Então uma vez que o SENHOR mude o nosso coração, colocando o SEU Espírito, ele substitui as emoções erradas por novas experiências com Cristo. Uma vez a emoção errada removida ela pode dar lugar a novas sensações. Algumas mentiras que foram plantadas na mente do ser humano estão relacionadas a emoções vividas no passado. Por isso JESUS diz que tudo se faz novo, por que ELE dá um novo coração, uma nova fonte de emoções agora baseada no SEU Espírito. Ezequiel 36:26.
Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne.”
Também temos entendido que a nossa mente precisa ser renovada (Rm 12:2) pelo aprendizado com as novas experiências. Reagindo as novas emoções, e tomando novas decisões agora não baseadas em sentimentos errados mas em experiências espirituais.
Quando nossa mente é renovada, as experiências emocionais erradas, juntamente com as mentiras aprendidas e impressas em nossa mente, saem, dando lugar a um sentimento de segurança onde podemos dizer – ABA PAI, meu pai. Dá-nos intimidades, Paizinho querido.
2.       Um a mente escrava.
Uma mente escrava toma decisões baseadas nas emoções geradas por sentimentos registrados no subconsciente que no momento que são acionados por fatores externos, eles se manifestam com a intenção de proteger a pessoa de novos sofrimentos, mas quando a decisão gera um desastre iminente a mente fica confusa, pois não sabe o que fazer se protege a emoção e gera o desastre ou, gera o desastre protegendo a emoção. Mesmo que esse iminente desastre cause frustração e mais sentimentos negativos em outras pessoas, e que mais tarde de uma forma ou de outra vai afetar a pessoa que causou o desastre.
A pessoa começa a agir mediante reações, criando uma barreira protetora, para si ou para os seus interesses pessoais, uma vez ameaçados ele ataca. Uma vez beneficiado ele reage positivamente. Ela sempre depende de fatores externos de estimulo para se sentir bem.
Daí a necessidade de pessoas que sempre possam nutri-lo de afeto, de carinho, de atenção e de admiração. Ou então a necessidade de psicotrópicos, álcool, e outros estimulantes que gerem nele a sensação de importância. Uma vez desvinculada dessa fonte de nutrição ele fenece.
3.       Filhos e herdeiros.
Já vimos também que todo filho é herdeiro natural. Ele herda aquilo que o seu pai ajuntou de tesouros para a família.
Agora o que o nosso PAI ajuntou para nos dar como herança? Do que somos herdeiros?
Certamente poderemos listar centenas de passagens que temos nas Escrituras Sagradas, que podem nos dar uma certeza de riquezas reais e não transitórias.
As riquezas desse mundo vão passar com seu brilho e sua pompa, mas as riquezas celestiais são eternas e nunca vão passar.
a.       Romanos 8:17 – Seremos glorificado
b.       Salmos 23:1-6 – Não teremos falta de nada
c.       1 Coríntios 1:5 – Fomos enriquecidos em toda palavra e conhecimento
d.       1 coríntios 1:6 – Não nos falta nenhum dom
e.       Mateus 5:3-12 – Sermão das Bem aventuranças
f.        Apocalipse 21:1-4 – Novo Céu e nova terra
g.       Apocalipse 22:1-4 – Contemplar a face de Deus
Apocalipse 21:1-4
1Vi novo céu e nova terra, b  pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, c  e o mar já não existe. d 2 Vi também a cidade santa, e  a nova Jerusalém, f  que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o seu esposo. g 3 Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. h  Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles. i 4 E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, j  e a morte já não existirá, l  já não haverá luto, nem pranto, nem dor, m  porque as primeiras coisas passaram.
Apocalipse 22:1-4
1 Então, me mostrou o rio da água da vida, a  brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro. 2 No meio da sua praça, de uma e outra margem do rio, está a árvore da vida, b  que produz doze frutos, dando o seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a cura dos povos. c 3 Nunca mais haverá qualquer maldição. d  Nela, estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão, 4 contemplarão a sua face, e  e na sua fronte está o nome dele.
Existe algo melhor de se receber como herança do que o governo da terra. Nossos olhos estão constantemente focados nos tesouros da terra.
Porém o nosso maior tesouro é ter a vida eterna ao lado do Senhor Jesus, quer seja no céu ou na terra, isso não vem ao caso, mas sim a vida eterna onde estaremos ao lado de Nosso Mestre, Senhor, Deus e Pai.
Um dia Deus deu a oportunidade para certo homem escolher o que quisesse, ele escolheu a sabedoria, e DEUS lhe deus riquezas. Escolher bem faz toda a diferença.
——————————————-
Estag. Ronildo da Cruz Ribeiro
IDPB Monte Horebe
Manaus, AM 16 de maio de 2012


g g 4.6 Porque vós sois filhos: Outra tradução possível: para mostrar que já sois seus filhos.
h h 4.6 Aba, Pai!: Ver Rm 8.15, nota r; cf. Mc 14.36; Lc 11.2.
i i 4.7 E, sendo filho, também herdeiro por Deus: Outra tradução possível: e seu filho, também herdeiro de Deus por meio de Cristo.
[1]Sociedade Bíblica do Brasil. (1999; 2005). Bíblia de Estudo Almeida Revista e Atualizada (Gl 4:7). Sociedade Bíblica do Brasil.
b b 21.1 Esta visão põe fim à seção que descreve o juízo de Deus (17.1—21.1) e prepara a seguinte e última seção do livro (21.2—22.5). Novo céu e nova terra: Is 65.17; 66.22; 2Pe 3.13; cf. Gn 1.1.
c c 21.1 Passaram:Cf. Ap 20.11; Mt 24.35.
d d 21.1 O mar:Símbolo do caos primitivo (Gn 1.1-2) e dos poderes que se opõem a Deus.
e e 21.2 Is 52.1.
f f 21.2 A nova Jerusalém: Ap 3.12; cf. Gl 4.26; Hb 12.22.
g g 21.2 Ap 19.7-8; cf. Is 61.10.
h h 21.3 Ez 37.27; cf. Lv 26.11-12. O tabernáculo de Deus com os homens: No AT, a “arca do Testemunho” significava a presença de Deus no meio do seu povo (Êx 40). Ver Jo 1.14, nota p.
i i 21.3 Cf. Is 7.14; Jr 11.4; 30.21-22; Ez 36.28; Zc 8.8.
j j 21.4 Ap 7.17; cf. Is 25.8.
l l 21.4 Is 25.8; 1Co 15.25-26,54-55.
m m 21.4 Is 35.10; 65.19.
a a 22.1 Ez 47.1; Zc 14.8; cf. Gn 2.10; Sl 46.4. Cf. também Jo 4.10,14. Na visão de Ezequiel, o rio saía do templo; aqui, sai do trono de Deus e do Cordeiro (ver Ap 21.22, n.). Ver Jo 7.37-38, nota n.
b b 22.2 A árvore da vida: Gn 2.9; Ap 2.7.
c c 22.2 Ez 47.12.
d d 22.3 Gn 3.17,22-24. O relato de Gênesis põe em evidência que, por causa do pecado, Deus proibiu o acesso à árvore da vida. Em Zc 14.11 (gr.) e Rm 8.20-21, novamente abre-se o acesso à árvore.
e e 22.4 Sl 17.15; Mt 5.8; 1Jo 3.2.
Anúncios