RSS

Arquivo da categoria: vencer

Reconciliação

Reconciliação
Mateus 5:23-24
“Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta.”
O que é oferta?
Oferta é tudo aquilo que você deliberadamente dá. Você da, por que você quer dar. Na história do povo Hebreu eles ofertavam por que entendiam que eram deu uma nação escolhida, eles eram um povo separado por DEUS e para DEUS e isso os tornava especiais, era, portanto um privilégio ofertar para DEUS, por que a nenhum outro povo fora dado esse privilégio.
A oferta tinha quer ser queimada. Separava-se a parte que tocava aos levitas e sacerdotes e o restante era queimado. A oferta tinha que subir ao céu como cheiro suave, por isso o sacerdote adicionava algumas essências aromáticas, para que o cheiro fosse maravilhoso. Mas o motivo da oferta nunca foi à oferta, mais sim o ofertante.
1.       Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta.
A oferta tem que ser levado ao altar – No altar tudo é queimado. Isso implica que o que está ali vai virar cinzas, será de todo consumido.
Será separada a parte dos sacerdotes, dos que trabalham no templo e da manutenção do templo. Isso siguinifica que tudo terá que ser queimado, tudo terá que passar pela prova do fogo, pois tem que exalar um cheiro – DEUS vai se agradar do cheiro se for suave.
Tem que se separar da parte que cabe ao sacerdote, aos trabalhadores e ao templo, uma parte que será também queimada como oferta ao SENHOR, essa é a oferta do sacerdote e do levita. Ela também tem que exalar um suave cheiro.
Pontos a considerar:
a.       A oferta não é para todos! É para quem se sente privilegiado de saber que tem um grande rei como pai!
b.      A oferta não pode dada de qualquer maneira, ela tem nascer de um coração grato.
2.       E ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão;
Aqui está o grande segredo de ofertar e ser aceita diante do SENHOR. O que o SENHOR está buscando o tipo de coração que oferta, ELE não está de olho na oferta, mas no ofertante.
O incenso que dá o cheiro suave na oferta é: Como está a atitude do ofertante com as demais pessoas. Como está o seu coração.
O interessante é que as pessoas sempre querem que lhes peçam perdão quando erram com ela, mas nunca querem se consertar quando sabem que alguém está magoado. Acham sempre que quem errou que se conserte, mas, aqui o conselho é para quem sabe que tem alguém que se sente magoado ou prejudicado por ela.
a.       Se você sabe de alguém que tem algo contra você – você deve tomar a iniciativa de consertar as coisas.
b.      Por que se deve fazer isso? Para que você não perca o privilégio de ser aceito por DEUS. E sua oferta chegar até ele como cheiro suave.
A oferta só beneficia quem dá. Por isso é um privilégio. A oferta não serve para o pastor, só serve para o pastor a oferta que ele dá. Mas se seu coração não estiver em paz, a oferta não servirá.
A oferta abre as portas do céu para as bênçãos de DEUS. Por isso o coração deve estar limpo.
Muitas pessoas perdem a grande oportunidade de serem abençoadas por que não querem é se humilhar para os outros.
Eles preferem que caiam no esquecimento pessoal do que resolverem tudo. Esquecem que DEUS anota todas as nossas atitudes. E ELE não esquece.
Se você não resolver o seu problema com seu irmão, vai ficar em aberto nos céus e, enquanto você não resolver esse problema você não será aceito, e sua oferta não gerará a prosperidade que você tanto sonha.
Não adianta dar somas altas de dinheiro na igreja se seu coração não perdoa e nem se arrepende.
Um coração que não se arrepende sempre se mostrará com suas atitudes. Estará sempre fugindo de algo, ou alguma coisa.
Meu amigo se você quer ser aceito por DEUS, reconcilia com teu irmão, pede perdão e depois oferte. A oferta não é o dinheiro que você coloca no envelope, não é o objeto que você dá, é a sua atitude.
E ela deve acontecer mais ou menos assim:
Senhor aqui está o fruto do meu trabalho, que o SENHOR me deu. O fruto da saúde que o SENHOR me deu. O fruto dos dias que o SENHOR me deu. O fruto do ar que o SENHOR me deu. O fruto da família que o SENHOR me deu. O fruto da amizade e do amor que o SENHOR me deu. Por isso eu oferto ao SENHOR minha gratidão, o meu amor, e a minha paz, por que o SENHOR me deu.
Para finalizar:
Como está o teu relacionamento com as pessoas? Com tua esposa e filhos? Com teus pais? Com os teus pastores? Com teus funcionários? Com teus patrões? Com seus professores? Com a comunidade onde mora?
Por que não abrir as portas dos céus, neste momento com um pedido de perdão? Por que não se humilhar para ser exaltado no futuro? Por que esperar pelos outros quando você pode e deve fazer toda a diferença? Faça isso, separe sua oferta, se você sente que alguém tem algo contra você vá até ela e peça perdão, reate hoje, faça isso agora, e receba do céu a recompensa
——————————–
Ronildo da Cruz Ribeiro
Manaus, AM 8 de julho de 2012
IDPB Monte Horebe
Culto de domingo.
Anúncios
 

Dificuldades, inevitáveis e cruciais

Dificuldades, inevitáveis e cruciais

Você sabia que algumas pessoas são enviadas pelo próprio inferno para confundi-lo, distraí-lo, desencorajá-lo, atrasar e desviá-lo do propósito de DEUS em sua vida. Essas pessoas são enviadas do próprio diabo. Portanto muito cuidado.
Nunca caminharemos desimpedidos. Esta é uma realidade! É comum pensarmos que quando tudo está dando certo é a vontade de DEUS. E quando as coisas parecem dar erradas é por que DEUS não está assunto. Principalmente quando o projeto que temos é um sonho que acreditamos ter vindo de DEUS.
Mas quando lemos a PALAVRA DE DEUS, a Bíblia sagrada nos fala de forma bem diferente, veja:
“32 E que mais direi? Certamente, me faltará o tempo necessário para referir o que há a respeito de Gideão, g  de Baraque, h  de Sansão, i  de Jefté, j  de Davi, l  de Samuel m  e dos profetas, 33 os quais, por meio da fé, subjugaram reinos, praticaram a justiça, n  obtiveram promessas, fecharam a boca de leões, o 34 extinguiram a violência p  do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram força, fizeram-se poderosos em guerra, puseram em fuga exércitos de estrangeiros. 35 Mulheres receberam, pela ressurreição, os seus mortos. q  Alguns foram torturados, não aceitando seu resgate, para obterem superior ressurreição; r 36 outros, por sua vez, passaram pela prova de escárnios e açoites, s  sim, até de algemas t  e prisões. 37 Foram apedrejados, u  provados, serrados pelo meio, v  mortos a fio de espada; x  andaram peregrinos, vestidos de peles de ovelhas e de cabras, necessitados, afligidos, maltratados 38 (homens dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, pelos montes, pelas covas, pelos antros da terra. z 39 Ora, todos estes que obtiveram bom testemunho por sua fé não obtiveram, contudo, a concretização da promessa, 40 por haver Deus provido coisa superior a  a nosso respeito, para que eles, sem nós, não fossem aperfeiçoados. Hebreus 11:32-40
As dificuldades são inevitáveis e crucias em nosso processo de amadurecimento. Em nossa caminhada, o que nos faz acertar são os fracassos. O que nos enrijece, são os tombos. Então o que esperar das facilidades e das amenidades? São momentos de descanso para um novo projeto.
1.       Paulo, o apóstolo teve grandes dificuldades em seus projetos de implantação da igreja. 2 Co 11:23-27.
2.       Jesus experimentou grandes dificuldades em seu ministério:
a.       Onde morar! Mateus 8:20
b.       Ódio por seu nome! Mateus 24:9
c.       Seus seguidores seriam perseguidos! João 15:20
Alguns inimigos da cruz são conhecidos, estão em todos os lugares. Atuam nos meios políticos e sociais. Suas palavras são de zombaria, venenosas e trazem profundo desconforto para o cristão. Eles parecem estar em busca da verdade e querem expor a hipocrisia das religiões, porém não restauram o fracassado, não curam as feridas nem libertam aqueles que vivem sob a influência do álcool, das drogas e demais vícios. Tem como meta a destruição de tudo o que vem de JESUS. São fortalecidos pela influência de satanás na terra e alimentados por sua natureza pecaminosa (Gálatas 5:17).
1.       Quantas pessoas já tentaram matar a sua fé, com argumentos que parecem serem verdadeiros?
2.       Quantas pessoas já tentaram minar a sua esperança?
3.       Quantas já tentaram desmoralizar aquilo em que você crê, por que está na Bíblia?
4.       Quantas pessoas já lhe afirmaram que os conceitos Bíblicos estão ultrapassados e não servem mais para este tempo (século)?
5.       Quantas pessoas tentaram frustrar seus sonhos, planos e metas?
6.       Quantas pessoas não lhe atribuíram valor algum somente pelo fato de você não fazer parte do meio? E mais, quando descobrem que você é cristão querem saber se você é radical (segue os preceitos Bíblicos) ou da ala liberal (não tem compromisso com nada e ninguém)?
Quando algo lhe parecer contrário, alguns conselhos importantes que podem lhes ajudar A VENCER e que pode ser avaliada a luz da palavra de DEUS.
1.       Santifique-se (seja equilibrado). 1 Pedro 3:15 antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, i  j  estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós”
2.       Vigie (seja forte). 1 Pedro 3:14 Mas, ainda que venhais a sofrer por causa da justiça, bem-aventurados sois. g  Não vos amedronteis, portanto, com as suas ameaças, h  nem fiqueis alarmados”
3.       Dependa do Espírito Santo (tenha a mente de Cristo). Lucas 12:11-12 Quando vos levarem às sinagogas e perante os governadores e as autoridades, não vos preocupeis quanto ao modo por que respondereis, nem quanto às coisas que tiverdes de falar. Porque o Espírito Santo vos ensinará, naquela mesma hora, as coisas que deveis dizer. h
4.       Ore com os outros irmãos (concordância). Mateus 18:18-20 Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus. o Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus. p Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles.
5.       Ore pela paz e prosperidade do seu país e seus representantes (busque a paz com todos). Jeremias 29:7 Procurai a paz da cidade para onde vos desterrei e orai por ela ao Senhor; porque na sua paz vós tereis paz. E 1 Timóteo 2:1-3 Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, a em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, b
6.       Ore por salvação (ame). 1 Timóteo 2:4 o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.”
7.       Tenha fé e use (persevere). Espere profundas mudanças nos seus círculos, você só ira presenciar milagres se você for o agente desses milagres. E você é esse milagre. Por isso tenha fé. Creia! Não existem impossíveis. O mundo está carente de pessoas dignas. Por isso persevere. O seu testemunho falará mais alto que suas palavras. E Jesus falará através de suas convicções e comportamento.
a.       Mateus 17:20 E ele lhes respondeu: Por causa da pequenez da vossa fé. Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. l  Nada vos será impossível.”
As coisas não precisam estar dando “tudo” certo pra sabermos que o SENHOR está conosco! Por favor, saiba ELE está conosco! Espere as coisas darem erradas, mas confie que em todas as coisas somos mais que vencedores.
————————————————-
Estag. Ronildo da Cruz Ribeiro
Manaus, AM 12 de abril de 2012
IDPB Monte Horebe


g g 11.32 Jz 6—8.
h h 11.32 Jz 4—5.
i i 11.32 Jz 13—16.
j j 11.32 Jz 11—12.
l l 11.32 1Sm 16.1—1Rs 2.11.
m m 11.32 1Sm 1.1—25.1.
n n 11.33 Praticaram a justiça: Ou praticaram a retidão.
o o 11.33 Jz 14.5-6; 1Sm 17.34-37; Dn 6.
p p 11.34 Dn 3.
q q 11.35 1Rs 17.17-24; 2Rs 4.25-37.
r r 11.35 O autor faz referência a acontecimentos da vida judaica, como os sucedidos durante a perseguição desencadeada quando a Palestina era governada pelos selêucidas. Ver a Tabela Cronológica.
s s 11.36 Jr 20.2; 37.15.
t t 11.36 1Rs 22.26-27; 2Cr 18.25-26; Jr 20.2; 37.15; 38.6.
u u 11.37 Cf. 2Cr 24.20-21. Segundo uma tradição judaica, os judeus também apedrejaram Jeremias no Egito porque lhes pregava contra a sua idolatria.
v v 11.37 Segundo a tradição, Isaías morreu desta maneira durante o reinado de Manassés (cf. 2Rs 21.16).
x x 11.37 Jr 26.23.
z z 11.38 1Rs 18.4; 19.9.
a a 11.40 Superior: Palavra-chave; ver Hb 7.19, n.
i i 3.15 Santificai a Cristo, como Senhor, em: Outros manuscritos dizem: santificai a Deus, o Senhor, em.
j 3.14-15 Is 8.12-13.
g g 3.14 Mt 5.10.
h h 3.14 Não vos amedronteis: Outra tradução possível: Não tenhais medo do que eles temem.
h h 12.11-12 Mt 10.19-20; Mc 13.9-11; Lc 21.12-15; cf. At 4.1-13.
o o 18.18 Mt 16.19, n.; Jo 20.23. Aqui, diferentemente de Mt 16.19, os verbos ligardes e desligardes estão no plural, dirigidos a todos os discípulos.
p p 18.19 Mt 7.7; Mc 11.24; Jo 14.13-14; 16.23; 1Jo 3.22.
a a 2.1-4 As orações e ações de graças adquirem aqui uma perspectiva universal. A igreja necessitava de um ambiente que permitisse a ela levar uma vida tranqüila e pacífica, que só poderia ser conseguida com um bom governo e a devida participação de todos na vida civil. Cf. Tt 2.12; 3.1 e a atitude de Paulo para com as autoridades (Rm 13.1-7).
b b 2.3 Deus, nosso Salvador: Expressão típica das cartas pastorais (1Tm 1.1; Tt 1.3; 2.10; 3.4).
l l 17.20 Mt 21.21; Mc 11.23; Lc 17.6; 1Co 13.2. Em relação ao grão de mostarda como imagem literária, ver Mt 13.31, n. “Erguer montes” era uma expressão proverbial que significava fazer algo extremamente difícil ou até impossível (cf. Zc 4.7).
 
2 Comentários

Publicado por em 12 de abril de 2012 em dificuldades, liderança, vencer